Na Câmara, debate sobre “A percepção da sociedade acerca da importância da Ciência para o desenvolvimento do País” será hoje

Entidades e organizações são as convidadas da Audiência Pública sobre “A percepção da sociedade acerca da importância da Ciência para o desenvolvimento do País”, marcada para esta segunda-feira, 8 de novembro, às 14h30, na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados. A iniciativa nasce a partir do requerimento 114/2021, de autoria do deputado Vitor Lippi (PSDB-SP), subscrito pelos deputados Angela Amin (PP-SC) e Nilto Tatto (PT-SP).

O objetivo da Audiência Pública é debater o desconhecimento da importância da Ciência por parte da população, bem como os inúmeros desafios do setor no entorno da saúde, da alimentação, dos negócios e de vários outros campos. Na justificativa, o deputado Vitor Lippi ressalta que a pandemia de Covid-19 despertou, dia após dia, o valor da Ciência, com a descoberta, por exemplo, das vacinas hoje utilizadas no combate ao coronavírus.

Entre os dados apresentados, Lippi destaca a pesquisa realizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, atual MCTI, em 2019, por meio do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). À época, o estudo dedicou-se a conhecer a visão, o interesse e o grau de informação da população sobre a importância da Ciência e da Tecnologia no país.

“De acordo com os resultados, 73% da população acredita que a Ciência e a Tecnologia trazem benefícios para a sociedade, entretanto, segundo esses dados, o desconhecimento ainda é grande posto que 90% dos entrevistados não souberam apontar o nome de algum cientista, e 88% não se lembravam de nenhuma instituição que atua no campo da Ciência”, traz a justificativa.

Outro estudo mais recente apontado pelo parlamentar foi trazido pela 3M do Brasil. Trata-se do State of Science Index (SOSI) 2021, lançado em maio, e é uma das maiores edições do Índice de Estado de Ciência realizada em 17 países: EUA, Canadá, Reino Unido, Alemanha, Polônia, Brasil, México, Japão Cingapura, Coreia do Sul, China, Índia, França, Emirados Árabes Unidos, Itália, Colômbia e Austrália.

No Brasil, os resultados da pesquisa mostram avanços significativos na confiança pela busca assertiva de soluções para a pandemia, a partir da Ciência. De acordo com os dados da SOSI 2021, 50% afirmam confiar plenamente na Ciência, 64% acreditam que em breve a sociedade fará suas atividades corriqueiras com segurança, 61% avaliam que deixarão de usar máscaras, entre outros pontos resultantes das ações científicas.

O deputado conclui que ao observar que a credibilidade na prática científica vem se fortalecendo, a realização da Audiência Pública pode ser uma grande oportunidade para aumentar a visibilidade e valorização do setor nos mais variados segmentos que fazem parte da vida das pessoas.

Foram convidados representantes do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), da 3M do Brasil, da União Nacional dos Estudantes (UNE), da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG) e da Iniciativa para Ciência e Tecnologia no Parlamento (ICTP.br).

Notícias Recomendadas